blank

Última atividade escoteira de 2021 é marcada por passagens em todos os ramos

17 jovens mudaram de ramo: lobinhos passaram para as tropas escoteiras; escoteiros passaram para as tropas sêniores; sêniores e guias passaram para o Clã; e um pioneiro se tornou escotista.

Neste sábado (27/nov/2021), o GEJA fez uma mega-cerimônia de passagem de ramos – evento onde os jovens que alcançaram a faixa etária máxima de um ramo passam a experimentar novos desafios e atividades no ramo da faixa etária seguinte. Nas passagens de lobinhos para escoteiros e de escoteiros para o ramo sênior, os jovens passaram por uma tirolesa montada pela equipe de técnicas verticais do grupo – de maneira divertida e muito segura, sempre sob supervisão dos chefes e com os devidos equipamentos de proteção de segurança.

Após a passagem, os jovens davam o seu primeiro “Sempre Alerta” para a seção que deixava, de uma forma alegre e marcante.

Tivemos a oportunidade de ouvir um pouco da experiência destes jovens, sobre suas expectativas, bem como dos seus familiares e Chefes de Seção, onde muitos davam seus últimos conselhos e se despediram de forma muito cheia de gratidão e carinho.

Julia Barreira, 14 anos, passou do ramo escoteiro para o ramo sênior e lembrou sobre sempre acompanhar a irmã, que era sênior, quando ela ainda era muito jovem. Yann Popov, 14 anos, que também chegou ao ramo sênior neste sábado, falou sobre a importância de aproveitar as fases para não se arrepender do que deixou de fazer. Ambos passaram da Tropa Escoteira Galápagos para a Tropa Sênior Yucumã.

Logo depois passaram as jovens Lis Garboggini e Laura Braga, da Tropa Escoteira Andrômeda. Muito animadas, elas se despediram juntas da sua seção anterior e chegaram à Tropa Sênior Ibiajara.

A chefe Paula, da Tropa Escoteira Cruzeiro do Sul, se despediu com carinho da jovem Ana Cláudia, que também foi para a Tropa Sênior Ibiajara, onde pudemos ver a animação em receber a jovem.

Na sequência, houve a passagem do lobinho Guga, da Alcateia Lobo Guará, que disse estar animado com a sua entrada na Tropa Escoteira Cruzeiro do Sul. Pudemos ainda registrar o momento em que o lobinho Eric deseja tudo de bom ao seu amigo Guga quando foi recebido em sua nova tropa.

Enquanto isso, o Akelá Ponciano, da Alcateia Lobos do Parque, se despedia de seis lobinhos: Matheus Feitosa, Alexandre Teixeira e Guilherme Fernandes foram para a Tropa Escoteira Cruzeiro do Sul; e Matheus Fakhouri, Bernardo Ruzzante e Gabriela Guanais foram para a Tropa Escoteira Galápagos.

Patrícia e Marcelo, pais da jovem Gabriela Guanais, falaram com muita empolgação e emoção da conquista da jovem do tão esperado distintivo de Cruzeiro do Sul – que, por coincidência, aconteceu no mesmo dia em que a jovem faz aniversário, na data da sua passagem!

A família do jovem Bernardo Ruzzante estava toda presente, com a mãe Gabriela Santos, o pai Daniel Santos e a irmã Bruna Ruzzante, e nos disseram como era importante este momento de conquista.

No ramo Pioneiro, Lucas Figueirêdo se despediu do Movimento Escoteiro para se concentrar em outras atividades – mas deixou o compromisso de retornar como adulto voluntário no futuro. Já Guilherme Villanova não quis esperar: deixou o Clã como membro juvenil neste sábado e já iniciará 2022 como Escotista na Tropa Escoteira Cruzeiro do Sul.

Também tivemos a presença e colaboração do Escotista Rafael, do Grupo Escoteiro São Luís de Gonzaga, de Curitiba. Rafael é amigo pessoal da Kotick Bárbara Neves, da Alcateia Lobo Guará, e ambos já se encontraram em diversas atividades nacionais e internacionais.

Após todas as passagens, a equipe de técnicas verticais, com a ajuda de outros adultos, desmontaram toda a infraestrutura da tirolesa e, nesse momento, foi possível conversar rapidamente com o Chefe Cláudio, responsável pela segurança e orientações aos jovens na plataforma de lançamento. Cláudio explicou que há jovens que já haviam passado pela tirolesa em outras atividades e, por isso, atravessam com tranquilidade, mas para outros foi a primeira experiência, e era necessário acalmá-los para que pudessem aproveitar a experiência e se divertir.

Quem escreveu essa publicação

Bruno Souza foi membro juvenil no GEJA entre 1981 e 1984. Depois de quase 30 anos afastado, retornou ao Movimento Escoteiro em 2011, junto com sua filha, e passou a atuar como Assistente na Tropa Escoteira II, atual Tropa Escoteira Galápagos. De lá pra cá, Bruno ocupou diversas funções no GEJA e na Região Escoteira do DF, sendo o atual Diretor Presidente do Grupo.

blank
Joenny do Lago

Joenny é membro da Equipe de Comunicação do GEJA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima