Primeiro GEJACamp presencial marcou a força do GEJA

O último sábado (18/Set/2021) teve um enorme impacto para jovens, adultos voluntários e familiares do GEJA. Após quase 18 meses, fizemos a nossa primeira atividade especial presencial com todo o nosso grupo escoteiro.

Mesmo sendo realizado na área da sede, o GEJACamp 2021 despertou emoções em todos que acompanharam as quase 12 horas de atividades, envolvendo 140 jovens, 48 escotistas e dirigentes, e 29 pais que se dispuseram a apoiar a atividade em diversas funções. As oito bases tiveram sua inspiração na especialidade de Primeiros Socorros, no Mutirão Nacional de Ação Comunitária (Mutcom) e nas insígnias especiais do Escotismo – Meio-Ambiente, Conesul, Aprender, Boa Ação e Lusofonia. Para completar as oito bases, os jovens também puderam passar pela base da Esquete, onde tiveram a oportunidade de criar a sua apresentação para a Lamparada de encerramento do GEJACamp.

Protocolo de Segurança

Mesmo com quase 200 participantes, foi possível manter o protocolo de segurança do GEJA. As equipes tiveram no máximo 18 jovens, acompanhados de dois adultos com a responsabilidade de verificar justamente as questões de higienização das mãos, uso de máscara e distanciamento social. Todas as bases contavam com álcool para higienização das mãos e de utensílios utilizados, além de reforçar as orientações para evitar aglomerações. A sede teve seu acesso restrito aos banheiros, e pontos de água foram distribuídos durante o percurso das bases, para evitar o congestionamento na sede. O almoço foi realizado por cada família, que buscou seus jovens e fez um piquenique nos arredores da sede – o modelo, por sinal, funcionou muito bem e proporcionou momentos extras de integração dos pais com os filhos durante uma atividade escoteira, ao mesmo tempo que evitou a aglomeração para servir a refeição, caso tivesse sido oferecida de maneira conjunta.

Lamparada

Um dos momentos mais marcantes foi a Lamparada, que começou por volta das 18h30 e se estendeu até quase 20h. Ao invés do tradicional Fogo de Conselho, a equipe de preparação criou um “fogo” com iluminação especial, celofane e um ventilador, que simulou com muita beleza a nossa tradicional fogueira, que é proibida no Parque da Cidade. Durante a Lamparada, os jovens puderam relembrar as canções escoteiras, o que é apresentar uma esquete e refletir sobre o que significa estarmos todos juntos, na nossa atividade de grupo mais importante, após todo o tempo em que precisamos ficar “de molho” em função da pandemia. Muitos escotistas e dirigentes foram flagrados com lágrimas, emocionados pela oportunidade de estamos juntos, contanto estórias, cantando e reatando nossos laços de amizade mais profundos. A cadeia da fraternidade, um dos principais símbolos do Fogo de Conselho, foi representada pela união das fitas de identificação de cada jovem, já que o protocolo de segurança evita a proximidade necessária para que todos pudessem dar as mãos cruzadas, como normalmente aconteceria. Ainda assim, foi um momento significativo e emocionante.

Sobre o(s) Autor(es)

Website | + publicações

Bruno Souza foi membro juvenil no GEJA entre 1981 e 1984. Depois de quase 30 anos afastado, retornou ao Movimento Escoteiro em 2011, junto com sua filha, e passou a atuar como Assistente na Tropa Escoteira II, atual Tropa Escoteira Galápagos. De lá pra cá, Bruno ocupou diversas funções no GEJA e na Região Escoteira do DF, sendo o atual Diretor Presidente do Grupo.

1 comentário em “Primeiro GEJACamp presencial marcou a força do GEJA”

  1. Juliana Junqueira Figueiredo Teixeira

    Simplesmente encantada com o GEJA! É uma escola de vida!!! Minha filha Bruna Carneiro da ALP está amando! Só tenho a agradecer ao empenho e carinho de toda a equipe!

    Um agradecimento abraço!

    Juliana!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima