Adultos voluntários do GEJA participam de Indaba

Num final de semana acampado com muito aprendizado, as chefias das Seções reforçaram o entrosamento e se capacitaram ainda mais para melhorar a qualidade das atividades dos jovens.

O sábado e o domingo que antecedem o início das atividades de 2020 (dias 1 e 2/Fev) trouxeram uma oportunidade muito especial para os adultos voluntários: uma Indaba Acampada, com direito a uma programação variada e focada no entrosamento entre as equipes, na superação de desafios e na construção de melhores práticas para o Escotismo e para a vida.

Um dos diferenciais desta Indaba foi a possibilidade dos adultos levarem as famílias
O desenvolvimento de habilidades foi um dos aprendizados da Indaba

A Indaba, desenvolvida e coordenada por Hugo Sales (Diretor de Métodos Educativos) e Marcelo Elias (Baloo da Alcateia Lobo Guará), começou às 7h da manhã do sábado, com a chegada dos chefes para montar os subcampos. Todas as equipes — incluindo a Diretoria — montaram suas barracas, preparam seus locais de refeição, organizaram seus materiais e seguiram para a cerimônia de hasteamento da bandeira, às 9h40min.

A partir daí, os adultos passaram a se atuar como se fossem jovens, com direito a criar grito de patrulha, escolher monitor e submonitor, cozinheiro e outros cargos comuns às patrulhas dos membros jovens. Em seguida, partiram para as dinâmicas e jogos, todos com fundo educativo e organizados por ramos: Lobinho, Escoteiro, Sênior e Pioneiro.

Durante este final de semana, todos os adultos tiveram vivências e experiências semelhantes às que os jovens têm. Com isso, os adultos puderam entender melhor o que acontece nos outros ramos, contribuindo para a criação de espírito de equipe e de melhores práticas, uma vez que entendimento conquistado permite preparar atividades mais integradas, jogos mais significativos e proporcionar um processo formativo mais capaz de preparar os jovens para a vida e para o mundo.

A participação de Katia de Mello Dantas abriu as portas para a conscientização sobre a violência contra a criança

Cada jogo ou dinâmica foi seguido por um momento de avaliação e debate, dando aos adultos a oportunidade de discutir seu entendimento, a aplicação daquela realidade para os jovens e a sua relação com o Programa Educativo dos Escoteiros do Brasil.

A Indaba teve uma participação especial de Katia de Mello Dantas, Diretora para a América Latina do ICMEC – International Centre for Missing and Exploited Children. Katia puxou uma conversa com os adultos sobre temas relacionadas à violência contra a criança, em especial sobre o abuso sexual infantil, um dos males exacerbados pela tecnologia. O objetivo foi criar consciência sobre situações e abuso, conhecer melhor os sinais de um possível abuso e discutir o que fazer no caso de suspeita de abuso infantil.

A Indaba terminou às 16h30min do domingo, com os adultos cansados da aventura do final de semana, porém mais preparados e motivados para aplicar atividades cada vez melhores para os nossos jovens.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas:

Cadastro de Instrutores

Entrar com a sua conta