A Tropa Escoteira Cruzeiro do Sul (TECS), realizou, nos dias 3 e 4 de novembro de 2018, jornada na Floresta Nacional de Brasília (Flona), localizada em Taguatinga-DF. Participaram dez escoteiros, três chefes (André, Cláudio e Helder) e dois pais de apoio (Petra e Aurélio).

A jornada teve o percurso de 18 km da Trilha Buriti, sendo 12 km no primeiro dia e 6 km no segundo. O pernoite foi acampando em barracas e abrigo improvisado, oportunidade em que os jovens puderam completar alguns itens da especialidade de acampador e de suas progressões pessoais.

Para sete escoteiros (Beatriz Teles, Gustavo Nascimento, Kira Popov, Maria Clara, Olívia Barros, Tamara Selene e Vitor Jorge) a atividade foi uma jornada de travessia, pois estão com 14 anos e já se encontram em transição para a Tropa Sênior. Para os outros três escoteiros que acompanharam (Alessandro Crispim, Gabriela Nascimento e Lídia Cosmo), foi uma jornada com um caráter de desafio, pois tem menos de 14 anos. Vale destacar que esses três escoteiros se habilitaram para a jornada ao realizarem um percurso de 8 km dentro do Parque da Cidade, no dia 13 de outubro de 2018.

Todos os escoteiros carregaram em suas mochilas o material de uso individual e coletivo utilizado pela equipe, realizaram coleta de informações sobre fauna e flora e um Percurso de Gilwell, utilizando mapa georreferenciado e bússola. Durante a jornada, as equipes puderam realizar a comunicação com os chefes por meio de rádios comunicadores, utilizando o código “Q” e o alfabeto fonético internacional.

Os jovens foram divididos em quatro equipes de dois e três escoteiros, sendo que cada equipe percorreu o trajeto separadamente e de forma independente. No primeiro dia, enfrentaram uma chuva rápida e, logo após montarem acampamento, uma chuva fina perdurou até cerca de 21h. No segundo dia, foi realizada a desmontagem do acampamento e a jornada reiniciou por volta das 9h, tendo terminado por volta das 13h, na sede da administração da Flona, onda havia começado.

Os escoteiros puderam experimentar uma atividade nova, pois nenhum deles havia feito uma jornada com os requisitos de travessia, onde enfrentaram o cansaço, bolhas nos pés e dores no corpo, mas foram recompensados com o incomparável sentimento de superação pessoal que só os aventureiros conhecem.

Parabéns, escoteiros da TECS por esse desafio superado. Vocês demonstraram que estão prontos para realizarem a passagem para a Tropa Sênior e vivenciarem novas experiências!

Por André Generino
Chefe da Tropa Escoteira Cruzeiro do Sul

TECS Challenge 2018 – Jornada de Travessia na Flona
Classificado como:                            

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: