Alcateia

Alcateia é como são chamadas as seções de lobinhos, jovens na faixa etária entre 6,5 e 10 anos.

Assembleia de Grupo

Organismo máximo de tomada de decisões no Grupo Escoteiro. Dela participam todos os escotistas e dirigentes do Grupo, pais ou responsáveis e demais sócios do Grupo. Se reúne ordinariamente pelo menos uma vez ao ano e, entre suas tarefas, estão

Conselho de Pais

O Conselho de Pais de cada Seção é o órgão de apoio familiar à educação escoteira, e se reúne periodicamente, pelo menos a cada semestre, para conhecer o relatório das atividades passadas, aportar apoio às atividades e debater quaisquer assuntos de interesse

Conselho de Patrulha

Organismo máximo de tomada de decisões nas patrulhas do Ramo Escoteiro e Sênior, e sua única estrutura formal. Do Conselho de Patrulha participam todos os seus membros, sob a presidência do Monitor. Deve abordar assuntos relevantes como decidir as atividades

Diretoria de Grupo

Órgão eleito pela Assembleia de Grupo, responsável, entre outras atribuições, pela gestão administrativa, financeira e coordenação dos trabalhos de todas as Seções do Grupo Escoteiro e apoio ao desempenho dos escotistas.

Dirigente

Dirigente institucional é o adulto responsável pela condução da instituição em todos os seus níveis (nacional, regional ou local) exercendo funções de membros das diretorias ou de comissões fiscais e de ética. Eles são nomeados pela respectiva diretoria ou eleitos para

Fraternidade Escoteira Mundial

Com base na Lei Escoteira e na proposta do Fundador Baden-Powell, os membros do Movimento Escoteiro, em todo o mundo, se reconhecem como irmãos, sem nenhum tipo de barreira. A adesão à Fraternidade Mundial é simbolizada na Cerimônia de Promessa

Fundamentos

Conjunto de conceitos que caracterizam o que é o Movimento Escoteiro, formado por “Definição”, “Propósito”, “Princípios” e “Método Escoteiro”. Os Fundamentos, apesar de admitirem redações distintas por questões de língua, são os mesmos em todo o mundo.

Grupo Escoteiro

O Grupo Escoteiro ou a Seção Escoteira Autônoma são as organizações locais destinadas a proporcionar a prática do Escotismo aos jovens, devendo ser organizados e constituídos na forma do Estatuto da União dos Escoteiros do Brasil, do Princípios, Organização e Regras (POR) e demais normas pertinentes,