GEJA-ParalimpicaParticipantes do revezamento foram acolhidos pelo GEJA antes do evento

(Brasília – DF) – A sede do Grupo Escoteiro José de Anchieta (GEJA – 11ºDF) foi utilizada para o apoio operacional durante o revezamento da Tocha Paralímpica em sua passagem pela Capital Federal, no dia 1º de setembro último.

O Parque da Cidade, onde fica a sede do Grupo, foi o local escolhido pelos organizadores para a cerimônia de acendimento da pira olímpica, para o primeiro percurso do revezamento e para o encerramento da participação de Brasília com um grande show.

Na sede do GEJA, participantes convidados para o revezamento da tocha foram recepcionados e acolhidos por escoteiros, escotistas e dirigentes. O local serviu de ponto de apoio onde os participantes puderam aguardar, com tranquilidade e com todo o suporte, o momento de sua participação no revezamento.

Os escoteiros do GEJA aproveitam a oportunidade para receber os atletas e voluntários, acolhendo a todos com alegria, disposição e muito entusiasmo. O sentimento de serviço, tão importante para o Movimento Escoteiro, se fez presente em cada gesto.

O GEJA disponibilizou suas instalações a pedido da administração do Parque da Cidade, fortalecendo sua interação com a comunidade local. Algumas tochas foram, inclusive, guardadas no Grupo, o que possibilitou aos membros, convidados e familiares tirarem diversas fotos como recordação.

Um dos fatos bastante comentado pelos escoteiros e participantes foi a forma de acendimento da chama em Brasília. Por meio de uma campanha virtual lançada pelo Comitê Rio 2016, pessoas do mundo todo enviaram mensagens para gerar energia suficiente para acender a pira.

Nesse ano, o GEJA instalou, em sua sede, uma ampla calçada para facilitar o acesso à cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção, reafirmando seu compromisso com a acessibilidade nesse ano em que o Brasil recebeu as Olimpíadas e as Paralimpíadas.

A tocha será acesa em cinco cidades brasileiras, sendo que cada uma delas vai representar um valor paralímpico: Brasília – igualdade; Belém – determinação; Natal – inspiração; São Paulo – transformação; Joinville – coragem; e Rio de Janeiro – paixão. A cerimônia de abertura da Paralimpíada do Rio de Janeiro será no dia 7 de setembro, no Maracanã.

GEJA fornece apoio ao revezamento da Tocha Paralímpica

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: